Sintufrj realiza debate sobre a Funpresp

Evento será realizado nesta quarta-feira, 28.

Funpresp. Foto: Divulgação

A Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal (Funpresp) já é uma realidade para boa parte dos trabalhadores do Legislativo e do Poder Executivo. Na UFRJ, assim como em outros órgãos e instituições, os ingressos após o dia 2 de fevereiro de 2013, quando foi aprovado o plano de benefícios da Funpresp, não têm direito à aposentadoria integral se não aderir ao plano de seguridade.

Será isso mesmo? Afinal, o que é a Funpresp? Para esclarecer as dúvidas a respeito e a categoria possa fazer sua opção consciente (a adesão ao Funpresp é voluntária), o Sintufrj realizará na quarta-feira, dia 28, às 14h, no auditório Samira Mesquita (antigo Salão Azul da Reitoria), debate sobre o tema com quem sabe do assunto.

Os palestrantes convidados são: o coordenador da Fasubra, Lucivaldo Alves, e os técnicos-administrativos da Subcoordenação de Remuneração e Benefícios da Pró-Reitoria de Pessoal, Ronaldo Carvalho Fasano e Leonardo Murelle.

Anúncios

UFRJ encerra greve e técnicos voltam ao trabalho dia 13

Técnicos-administrativos aprovam fim da greve. Foto: Renan Silva

Técnicos-administrativos aprovam fim da greve. Foto: Renan Silva

Os técnicos-administrativos em educação da UFRJ, reunidos em assembleia-geral na quinta-feira, dia 8, no auditório Samira Mesquita, na Reitoria, deliberaram pelo retorno ao trabalho na terça-feira, dia 13.

O fim da greve da categoria estava condicionado à assinatura do termo do acordo com o governo, o que ocorreu no fim da tarde de terça-feira, dia 6, em reunião do Comando Nacional de Greve (CNG)/Fasubra com os ministérios do Planejamento e da Educação.

Embora o CNG/Fasubra tivesse indicado o dia 8 para a saída unificada do movimento, a categoria na UFRJ decidiu prorrogar o retorno ao trabalho para se empenhar pela assinatura do acordo da pauta interna pela Reitoria. A greve que completará na terça-feira, dia 13, 136 dias foi avaliada nacionalmente como tendo sido e coesa, pois contou com um dos maiores índices de adesão da categoria em todo país.

Pauta interna

Constam da pauta interna reivindicações tais como: adoção dos turnos contínuos, combate ao assédio moral, valorização dos trabalhadores técnicos-administrativos em educação, localização do Centro de Convivência e saúde do trabalhador.

No dia 21 de setembro, o Comando Local de Greve/Sintufrj discutiu a pauta interna com o reitor Roberto Leher, os pró-reitores e outros integrantes da Administração Central da UFRJ.  A reitoria indicou a constituição de comissões paritárias para encaminhar o debate sobre as reivindicações.

Antes do início da assembleia na quinta-feira, a coordenação do Sintufrj obteve do reitor a posição de que não haveria dificuldade na assinatura do acordo. Por conta disso a categoria optou em somente retornar ao trabalho após a conquista de mais este acordo.

Categoria aprova a homologação do acordo, mas greve continua até a assembleia

Assembleia será realizada na quinta-feira, dia  8, às 10h, no auditório Samira Mesquita (prédio da Reitoria)

Assembleia-geral. Foto: Renan Silva

Assembleia-geral. Foto: Renan Silva

Esta foi a decisão dos técnicos-administrativos em educação reunidos em assembleia na terça-feira, dia 6, no auditório do Quinhentão (CCS). A categoria deliberou também que a greve somente terminará após a assinatura do novo acordo entre o Comando Nacional de Greve/Fasubra e o governo.

Portanto, todos à assembleia quinta-feira, dia 8.

 

Greve continua até o fim da negociação

Assembleia-geral. Foto: Renan Silva

Assembleia-geral. Foto: Renan Silva

A assembleia geral dos técnicos-administrativos em educação da UFRJ realizada na quinta-feira, dia 1º de outubro, no auditório do Quinhentão (CCS), deliberou pela continuidade da greve porque ainda prosseguem, em Brasília, as negociações entre o Comando Nacional de Greve (CNG/Fasubra), o MEC e o Ministério do Planejamento iniciada na quarta-feira, dia 30, sobre a minuta do termo de acordo que deverá ser assinado entre as partes.

A reunião entre o CNG/Fasubra e o governo, que no dia anterior havia prosseguido até a meia-noite, estava prevista para ser retomada às 11h30 de quinta-feira, dia 1º de outubro. Estavam em debate algumas alterações no texto da minuta apresentada pelo governo, como, por exemplo, explicitar que o acordo também é extensivo aos aposentados da categoria. Não há divergências nesse item, ou seja, os representantes do governo concordaram com o pleito.

Em virtude do prolongamento da reunião, a orientação do CNG/Fasubra às bases foi para que houvesse nova rodada de assembleias nos dias 5 e 6 (segunda e terça-feira) para confirmação, ou não, do acordo que sairia da reunião.

Decisão da categoria

A assembleia do Sintufrj decidiu seguir a orientação do CNG/Fasubra por ampla maioria – apenas duas pessoas votaram contra e quatro se abstiveram –. A votação também incluiu a realização de nova assembleia na terça-feira, dia 6, às 10h, em local ainda a ser definido.