Galeria: caravaneiros do Sintufrj em Brasília

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Sintufrj vai à Brasília e ato reúne caravaneiros de todo o país

Caraveiros do Sintufrj durante ato em Brasília. Foto: Renan Silva

Caraveiros do Sintufrj durante ato em Brasília. Foto: Renan Silva

Universidades federais de todo o país estão em maus lençóis. Após o corte de mais de R$ 9 bilhões da educação, a situação da permanência de atividades das Universidades Federais brasileiras é caótica. Com finalidade de pleitear uma melhoria na situação, cerca de 150 representantes do Sintufrj foram à Brasília para participar de uma grande passeata que reuniu lideranças sindicais de todo Brasil. Sob organização da Federação de Sindicatos de Trabalhadores Técnico-Administrativos em Instituições de Ensino Superior Públicas do Brasil (FASUBRA). Ao todo, cerca de 3 mil pessoas participaram das atividades.

Procurando lutar pelo direito de uma educação superior pública e de qualidade, além de reajustes salariais, os caravaneiros do Sintufrj se uniram à companheiros de outros sindicatos em uma marcha, na última terça-feira, 7, que partiu da Esplanada dos Ministérios e seguiu até à frente do Ministério da Educação.

Classes Integradas

Alunos e professores se uniram aos técnicos-administrativos e também participaram de todas as atividades propostas pela organização. Na UFRJ, os servidores entraram em greve no dia 29 de maio.

Reunião do Fórum dos Servidores Públicos Federais

Após a passeata até o Ministério da Educação (MEC), as lideranças do movimento se reuniram com o secretário de Relações de Trabalho do Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão (MPOG), Sérgio Mendonça, para expor suas reivindicações e abrir negociação com o governo. Os servidores públicos federais não aceitam o reajuste de 21,03%, proposto pelo governo. Um novo encontro será marcado até o próximo dia 21.

Clique e veja a Galeria de Fotos dos caravaneiros do Sintufrj em Brasília

Estudantes acampam em frentre ao Ministério da Fazenda, em Brasília

Acampamento de estudantes em frente ao Ministério. Foto: Francisco de Assis

Acampamento de estudantes em frente ao Ministério. Foto: Francisco de Assis

A crise no sistema educacional assola diversas entidades de ensino país afora. Insatisfeitos com atual cenário em que encontram-se as principais universidades de todo o país, representantes da União Nacional dos Estudantes (UNE) estão acampados em Brasília, na Capital Federal, em frente ao prédio do Ministério da Fazenda.

A manifestação objetiva um maior diálogo entre as lideranças políticas e a classe estudantil visando uma maior interação e melhora de todo o sistema, que passa desde os servidores de base aos docentes. Cerca de 50 universidades estão em greve em todo o país. Na UFRJ, os servidores técnico-admnistrativos estão paralisados desde o dia 29 de maio.

Na manhã desta quarta-feira, 10, o diretor-geral do Sintufrj Francisco de Assis esteve presente no acampamento dos estudantes para prestar solidariedade à causa.

Este slideshow necessita de JavaScript.