Delegados do XXII Confasubra pedem greve para o dia 28 de maio

No último dia do XXII Congresso da Federação de Sindicatos de Trabalhadores Técnico-Admnistrativos em Instituições de Ensino Superior Públicas do Brasil (FASUBRA), Confasubra, foi aprovado pelos delegados dos sindicatos ligados ao ensino superior o indicativo de greve para o próximo dia 28 de maio. A proposta teve grande adesão dos presentes, tendo como base uma resposta às medidas realizadas pelo Ministério da Fazenda e pelo Governo Federal sobre os trabalhadores.

Ao longo de quatro dias de encontro, foram debatidos temas –chave como a terceirização, proposta pelo Projeto de Lei 4.330, aprovado na Câmara dos Deputados, além da privatização dos Hospitais Universitários.

Cerca de 1.200 pessoas, entre delegados, visitantes e observadores, marcaram presença no congresso.

Veja fotos do XXII Confasubra:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Por Daniel Oulander.

Anúncios

Veja a transmissão do 3° dia do XXII Confasubra

Cartaz - XXII CONFASUBRA

Cartaz – XXII CONFASUBRA. Foto: Divulgação

Entre os dias 4 e 8 de maio ocorre, em Poços de Caldas, Minas Gerais, o XXII Congresso da Federação de Sindicatos de Trabalhadores Técnico-Admnistrativos em Instituições de Ensino Superior Públicas do Brasil (FASUBRA), o Confasubra, que reúne os representantes de cada sindicato filiado com o objetivo de debater e determinar as pautas que serão defendidas pela entidade.

Veja a transmissão do congresso: 

Por Daniel Outlander.

XXII Confasubra: congresso inicia com pedidos de greve unificadaa

Primeiro dia do XXII Confasubra. Foto: Francisco de Assis

Primeiro dia do XXII Confasubra. Foto: Francisco de Assis

O XXII Congresso da Federação de Sindicatos dos Trabalhadores nas Instituições Federais de Ensino (Confasubra), iniciou oficialmente na manhã desta terça-feira, 5, em Poços de Caldas, Minas Gerais. Marcado para ter início na segunda-feira, 4, o atraso ocorreu devido a problemas no credenciamento das delegações que compareceram ao evento. No total, entre delegados, convidados e populares, a organização estima a presença de 1.200 pessoas.

O primeiro dia de mesas de discussão, foi marcado por uma grande defesa de uma greve unificada, que serviria como resposta dos trabalhadores aos ajustes realizados fiscais realizados pelo governo, como o Projeto de Lei 4.330, que prevê a regulamentação e liberação geral para privatizações para todos os cargos em empresas públicas e privadas, que resultaria na retirada de direitos dos trabalhadores.

Após a abertura oficial do evento, foram definidas, através de sorteio, a ordem de defesa para a análise de conjuntura da atual situação do país, um dos pontos mais importantes do congresso, que teve como debatedores Celso Carvalho, do Ressignificar/CUT;  João Paulo, do PCdoB/CTB;  Paulo Barela, da CSP/CONLUTAS;  Rogério Marzola, do Vamos à Luta/Intersindical;  Pedro Armengol, da CUT;  Leia Oliveira, da TRIBO/CUT; e João Batista Araújo (Babá), da Unidos pra Lutar/PSOL.

Repressão no Paraná

Os discursos de abertura do congresso também contemplaram o repúdio a ação da polícia militar paranaense que, na última quarta-feira, 29, atacou servidores estaduais da educação que marchavam de maneira pacífica pelo centro de Curitiba. A ação, determinada pelo governador Beto Richa (PSDB), provocou enorme choque em toda a classe trabalhadora devido a truculência empregada contra os professores.

A direção do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IFCS) divulgou, em resposta ao ato, uma nota pública onde também se solidariza com a questão dos professores e critica a maneira rude a qual os militares empregaram na ação, transformando as imediações da Assembleia Legislativa do Paraná em uma verdadeira praça de guerra e que gerou, apenas na primeira hora de confronto, mais de 100 atendimentos de emergência.

Veja mais fotos: 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Por Daniel Outlander.

Vídeo: 2° dia do XXII Confasubra

Cartaz - XXII CONFASUBRA

Cartaz – XXII CONFASUBRA. Foto: Divulgação

Eleitos pelos trabalhadores da UFRJ durante a Assembleia Geral do dia 15 de Abril, no Auditório Quinhentão, no Centro de Ciências da Saúde, os delegados do Sintufrj estão em Poços de Caldas, em Minas Gerais, participando do Congresso da Federação dos Trabalhadores das Universidades Brasileiras (FASUBRA), que ocorre de 4 a 8 de maio na cidade mineira. O congresso, que reúne representes de sindicatos à educação, visa debater assuntos em comum aos trabalhadores federais de todos os estados brasileiros.

Veja ao vivo a transmissão do congresso: 

Por Daniel Outlander.