Trabalhadores interditam Ponte do Saber

Acesso para a Linha Vermelha ficou fechado. Foto: Renan Silva

Acesso para a Linha Vermelha ficou fechado. Foto: Renan Silva

A greve nacional nas instituições federais de ensino superior completou 3 meses no dia 29 de agosto. E para quem pensa que o movimentos está se fragilizando um aviso: os técnicos-administrativos em educação continuam se mobilizando pela conquista de suas reivindicações.

A manifestação conjunta realizada nesta quinta-feira, dia 3, com concentração às 8h30 nos pilotis da Reitoria da UFRJ contou com a adesão de diversas categorias do funcionalismo federal em greve, além dos técnicos-administrativos das Ifes e estudantes em greve da UFRJ.

Organizados pelo do Comando Local de Greve (CLG)/Sintufrj participaram da manifestação os trabalhadores da Universidade Federal Fluminense (UFF), Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio), Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), do Fórum de Saúde do Rio de Janeiro, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Sob a liderança do DCE Mário Prata (UFRJ), estudantes em greve da UFRJ de diversas correntes políticas, entre elas o Movimento Correnteza (UFRJ) e Assembleia Nacional dos Estudantes Livre (Anel) também estavam presentes.

Trabalhadores fecham Ponte do Saber. Foto: Renan Silva

Trabalhadores fecham Ponte do Saber. Foto: Renan Silva

Durante cerca de duas horas os grevistas entoaram palavras de ordem e cantaram músicas que já embalaram outros atos históricos da classe trabalhadora para chamar a atenção da população. Os manifestantes bloquearam a Avenida Pedro Calmon, uma das principais vias da Cidade Universitária, e seguiram em passeata até a Ponte do Saber – principal saída do campus para a Linha Vermelha.

Policiais militares acompanharam toda a manifestação, que durou cerca de 40 minutos. Uma faixa da Ponte do Saber ficou interditada ao trânsito e os manifestantes tiveram a oportunidade de conversar com motoristas sobre os motivos da greve. Várias pessoas acenaram, piscaram os faróis e buzinaram em apoio aos manifestantes.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s