Assembleia comunitária: é hora da greve ir para a rua

A assembleia comunitária que reuniu quatro segmentos da UFRJ – técnico-administrativos, professores, estudantes de graduação e de pós-graduação –, dia 15, no pilotis da Reitoria, deu o tom do momento da luta da comunidade universitária em defesa da universidade pública e contra os cortes para a Educação: a hora é de ir às ruas. Nas ruas e nos campus da UFRJ os segmentos decidiram realizar atos conjuntos para dar visibilidade à greve, às reivindicações comuns e às denúncias sobre a precariedade em que se encontram as universidades federais. Particularmente a UFRJ, a maior federal do país, que tem mais de 3 mil estudantes para ingressar no segundo semestre e que não terá dinheiro para dar conta das bolsas e auxílios necessários para os estudantes carentes.
Estima-se que em setembro a universidade sofrerá novo colapso por falta de verbas devido ao corte de 50% em suas verbas de investimento. Os representantes dos quatro segmentos informaram o momento em que se encontram suas mobilizações, ratificando que há itens comuns em suas pautas de reivindicações que possibilitam uma luta em conjunto. O mote desta união é a defesa da pauta da Educação e contra o ajuste fiscal do governo Dilma. O corte de R$ 9 bi na pasta da Educação afetará mais ainda o funcionamento das universidades que vivem numa profunda crise. No dia 25 de junho, dia nacional de lutas dos servidores federais, haverá um grande ato no centro do Rio. O setor da educação se articula para publicizar sua pauta.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s